Esta Mensagem é só Para os Cristãos…

… e num trágico tom de alerta!

Definição do Cristão Cultural (ou casual/fortuito):
“Um cristão cultural é uma pessoa secular ou não-religiosa, ou um indivíduo que é religioso sem se identificar com a teologia Cristã, mas que ainda se identifica de forma significativa com a cultura cristã devido ao seu histórico familiar, experiências pessoais, ou do ambiente social e cultural em que cresceu.”[1]

Adicionalmente,
“ele é uma pessoa que não respondeu em arrependimento e fé a Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor pessoal. Ele pode ser um membro praticante ou não praticante da igreja. Ele pode dar assentimento intelectual às doutrinas cristãs básicas e afirmar ser um cristão. Ele pode ser assíduo no frequentar de ritos litúrgicos e cultos, e ser um membro ativo e envolvido nos assuntos da Igreja.”[2]

Este tipo de Cristianismo nominal pode ser encontrado em qualquer lugar “onde a igreja local exista há mais de uma geração” [3]

Cristão Renascido:
O que significa ser um Cristão renascido?
“A palavra “renascido” significa literalmente “nascido do alto”. A passagem clássica da Bíblia que responde a essa pergunta é João 3:1-21. O Senhor Jesus Cristo está a falar com Nicodemos, um fariseu proeminente e membro do Sinédrio, ou seja, governante dos Judeus. Nicodemos veio a Jesus à noite. Nicodemos tinha perguntas a fazer a Jesus porque 
tinha uma necessidade real. Ele necessitava de uma mudança no seu coração – uma transformação espiritual. O novo nascimento, o renascer, é um ato de Deus através do qual a vida eterna é dada àquele que acredita (2 Coríntios 5:17; Tito 3:5; 1 Pedro 1:3; 1 João 2:29; 3:9; 4:7; 5:1-4, 18). João 1:12,13 indica que “renascidos” também carrega a ideia de “tornarem-se filhos de Deus” através da fé no nome de Jesus Cristo.”[4]


Agora o meu desabafo para com os leitores: Dos dois grupos mencionados -os únicos existentes dentro do Cristianismo- os primeiros não estão salvos, vivem no engano! No dia do julgamento irão sofrer a justa ira de Deus. Consegue perceber a gravidade e a urgência de meditar profundamente nisto?

Veja o excerto de um vídeo de Mark Dever, um homem que dedica a sua vida precisamente a alertar para o problema das falsas-conversões através do seu ministério 9 Marks (9 Marcas de Uma Igreja Saudável)

Aqui poderá ver a mensagem completa, legendada em Português.

Se se considera Cristão, só pode ter um amor e uma admiração profunda por Jesus. Se for esse o caso, não acredite apenas porque o escrevi, atente antes para as sérias palavras do filho de Deus a este respeito:

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

Mateus 7:21-23

Por favor, por favor! Considere a mensagem do Evangelho e receba o perdão que imerecidamente e gratuitamente recebemos quando colocamos a nossa fé em Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador. Ter tomado um banho em bebé, ter uma bíblia pousada no armário da sala, ir a peregrinações idólatras uma vez por ano, ir à Igreja de vez em quando, nada disto o/a salva, nada disto remove a sua culpa perante um Deus Justo. Nada disto garante a sua salvação!
Analise intelectualmente a mensagem do Evangelho, deixe as suas emoções de lado por uns momentos e medite porque motivo nada do que você fizer poderá ter algum crédito na presença de Deus, mas apenas colocar a sua confiança na obra já completa por Jesus na cruz.

Saiba também que o Espírito Santo produzirá no “renascido” uma série de alterações no pensar, no viver, no falar, no ambicionar, em tudo no nosso ser, e isso será a prova da sua real conversão.

Analise a sua consciência: se você não tem vontade de ler a Bíblia, não tem vontade de orar, não tem vontade de aprender mais sobre o Cristianismo, se não tem qualquer desejo de aprofundar o seu relacionamento com Jesus, se não tem interesse em partilhar o Evangelho com os demais, se não tem desejo de fazer parte da família Cristã ao seu redor (Igreja local), se não tem um coração predisposto a ajudar o próximo, todos estes, e muitos outros, são indicadores que, achando você ser um Cristão, na verdade confirmam estar a viver uma ilusão e numa falsa-conversão que terá consequências trágicas e eternas caso não haja uma mudança espiritual radical na sua vida, um novo nascimento.

[1] James Mallory, Stanley C. Baldwin, The kink and I: a psychiatrist’s guide to untwisted living, 1973, p. 64
[2] Christian Witness to Nominal Christians Among Roman Catholics, Lausanne Occasional Paper 10
[3] Witness to Nominal Christians Among Protestants, Lausanne Occasional Paper 23
[4] http://www.gotquestions.org/Portugues/Cristao-renascido.html

Obs: O crédito da imagem de destaque usada é do Mistério Fiel.

Facebooktwittermail

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.